Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

justbymartawahnon

justbymartawahnon

Just a Blog!

Somos nós!
 
Ter um blogue é um privilégio, ou melhor, saber escrever é uma sorte e ter ideias é um dom. 
Não me considero propriamente inteligente, talvez possua alguma esperteza e muita sede por querer saber um pouco de tudo e no fim, confesso que raramente consigo finalizar as coisas.
Vejamos o que irá acontecer com este meu pequeno projecto; tomei a liberdade de iniciar sem fazer qualquer divulgação, olhando para ele como uma espécie de diário ou uma ida ao psicólogo, onde ao falar com estranhos, realizamos, que além de gastarmos uma nota, debitamos tudo e mais alguma coisa, se calhar ainda temos que passar na farmácia a comprar algum medicamento e porquê, para quê? “Just Because”. Hoje, depois de várias visitas a psicólogos, psiquiatras, desde miúda, quando os meus pais se separaram, apercebi-me facilmente o quão fácil é para nós pacientes, vestirmos um papel e escolher ser a vítima ou o predador; seja qual for o papel escolhido, o dinheiro vai desaparecendo e no meu caso em particular, coitados dos meus pais, aliás, sê franca, coitada da minha Mãe, pois continuou sem entender o que se passava na minha cabeça, na altura com 7 anos.
 
Gosto de trivialidades, busco coisas simples da vida, gosto de cultura urbana, sou culta? Teria essa obrigação mas odeio ser obrigada e na altura quando tive que ler todos aqueles calhamaços, se calhar fiz como muitos, optei pelas sebentas e hoje digo que um dia irei ler a compilação de Eça de Queiroz entre outros mas um dia quem sabe…
 
Amo viver, detesto rótulos e preconceitos, não me envergonho dizer que não gosto de política, já há largos anos que não me desperta qualquer interesse, para ser mais precisa desde o tempo de Gorbachev, estava eu no 9º ano, actual 5º! Não que por isto a minha vida seja uma anarquia, tenho os meus princípios e valores, quanto a falar de política, porque agora está na “moda” dado a desgraça do país, que aliás já está desgraçado há bem mais tempo que aparenta, esta resposta não merece mais que duas palavras, “Just Because”!
 
Nós somos um “bicho” engraçado, por exemplo, olho para mim e vejo-me sentada na sala a escrever não sei bem o quê, sentindo que está tudo descontextualizado, questiono-me o que estou eu aqui a fazer, será que alguém irá ler estas palavras, será que alguém se identifica sequer com um terço que seja de tudo isto e será que alguém se lembra igualmente, de escrever ao som de opera ou musica clássica como neste momento, em que toca Tchaikovsky?!
Serei eu louca, segundo consta, esta é a primeira negação que os loucos alegam, a meu entender, os loucos terão na sua maioria, uma capacidade mais além que a restante humanidade, pois então, serei eu apenas mais "um numero na estatística" em busca do conhecimento, de troca de ideias, serei eu normal mas ser normal não é “boring”… E o que é ser normal? Seguir rótulos…
 
Hummm...
 
Veremos se irei dar continuidade ao blog…