Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

justbymartawahnon

justbymartawahnon

Just TAP

Há dias escrevi, ou melhor, desabafei com todas as letras do nosso vocabulário, o desagradável incidente que tive com a TAP, companhia que voo desde que nasci, não fosse filha de tripulante (actualmente reformado).

 

É com muito orgulho e até alguma vaidosice até que vos conto uma daquelas histórias que dizemos que só acontece aos outros e mais ainda, só lá fora! Pois bem, aqui, foi comigo e fui agradavelmente surpreendida com a atitude de uma empresa nacional, nossa, Portuguesa!

 

Reclamei forte e feio com o que aconteceu com a nossa viagem há 15 dias para Londres com as crianças; a verdade foi que a Direcção comercial da TAP reconheceu o erro e enviou-nos uma carta a assumir e retribuindo um voucher. O valor pode não ser semelhante à despesa e muito menos à dor de cabeça ou ao choro das crianças, já para não mencionar as horas perdidas no aeroporto, mas só o facto de terem reconhecido, terem perdido um pouco do seu tempo a avaliar a nossa queixa, terem reconhecido que erraram e que de facto, só erra quem trabalha, só isso, já me fez sentir orgulho do nosso cantinho que é Portugal, país onde vivo, local onde estão as pessoas mais importantes da minha vida, onde adoro planear novas fugas, sonhar com futuros destinos e no fim o melhor sítio do mundo para regressar depois de qualquer aventura! Não existe país nenhum como o nosso! Podemos não ter uma economia brilhante, poços de petróleo, paraísos fiscais mas no final de tudo isto... Observem a nossa luz no mês de Setembro, veja a entrada das cidades do Porto e Lisboa, as nossas belas e maravilhosas tascas entre a Ericeira e Peniche e não vou entrar no mundo da gastronomia porque senão ficávamos todos aqui a aguar... Temos um país lindo, pequenino mas somos grandes e a verdade é que sempre que viajamos encontramos sempre um "tuga" em cada canto do mundo e é uma alegria, um orgulho e porquê, porque amamos quem somos! Falo por mim claro, apenas empolguei-me, sorry ;)

 

Just love to be portuguese even when i write in english, minha Mãe costumava chamar-me emigrante ou turista, por falar assim, anyhow, that's the way it is and i am happy with it! :)




 

Love,

 

Marta