Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

justbymartawahnon

justbymartawahnon

Just take a look around... London with the Kids!

 
Este Carnaval (Março 2014), aproveitámos as férias das crianças, os anos da Maria e fomos em modo família passar uns dias a Londres.
 
Viajar com crianças, tenham elas 2 ou 10 anos, é sempre um desafio mas por outro lado, também somos surpreendidos por momentos que nenhuma exposição, jantar fora ou concerto pudesse substituir.
 
É caso para dizer que a aventura nesta viagem começou logo no aeroporto da Portela mas vamos deixar isso para trás, foi um episódio, aprendemos com isso e já estamos a entrar na fase que olhamos para trás e rimos da situação de correr com as malas corredor fora, ou lembrar o grito “ameaçador” do Zé ao afirmar à senhora do balcão que íamos a Londres sim senhora e seria naquele avião! São os tais momentos para lembrar mais tarde.
 
Optámos por um apartamento e não por hotel, é bastante mais confortável e para nós pais até ficamos mais descansados e podemos mesmo descansar porque eles sabem que estamos ali ao lado; já num hotel (falo por experiência própria) mesmo com quartos comunicantes, chegam-nos a bater a porta depois de avisarmos que íamos fazer uma sesta, só para perguntar se ainda estamos a dormir ou se já acordámos!?! Tudo é desculpa para não saírem perto de nós e um apartamento fá-los sentir um pouco em casa.
Escolhemos a zona de Knightsbridge e não podíamos ter ficado mais satisfeitos porque é ao pé de tudo! Visitar uma cidade com crianças mesmo já conhecendo o local surpreendeu-me, porque de certa forma também é a nossa 1ª vez, na medida em que viajamos numa outra perspectiva, queremos agradar acima de tudo aqueles “pirralhinhos” que fizeram o máximo para ir nesta viagem; desde estudarem para terem boas notas, de vez em quando lá arrumavam o quarto (claro que eu não me atrevia a abrir as gavetas, medo!), a verdade é que no final, eles tentaram e a viagem foi merecida e o gosto em partilhar esta experiência foi e é mais que especial!
 
Na primeira manhã, o meu querido e adorado Baby boy foi a rua fazer o seu 1º "round" e tão querido que foi, trouxe-me um antioxidante :) Não é "home made" mas teve a sua graça e adorei o mimo, thanks Baby!
 
 
1ª Saída de casa para tomar o pequeno-almoço e a sorte estava mesmo do nosso lado, pois cruzamo-nos com um spot maravilhoso, onde aliás encontramos lá uns amigos. Baker and Spice. Aconselho vivamente seja para esta refeição ou também para almoçar, tem umas saladas maravilhosas, tudo muito fresco!
 
 
Como qualquer turista, desafiamos os passeios das ruas de londres até ao fim do dia e caminhámos até ouvir suplícios que só uma criança se lembraria, tais como, “Preciso de água, estou sem energia” ou “se formos à GAP, talvez aguente mais um bocadinho”…
 
Começamos pelo Museu da Ciência, muito interessante, até para nós adultos, é muito giro, vale a pena.
 
 
 
Enquanto passeio pelas ruas gosto de ir atenta a tudo o que se passa em meu redor, sejam detalhes, decoração, a rotina com quem me cruzo tudo desperta atenção. 
Um carrinho que se pudesse seria o meu 
próximo presente para a minha irmã
 
Um mercadinho de alimentação mesmo a caminho do museu da ciência foi mais um exemplo disso.
Sabe aqueles momentos que temos pena não viver ali, porque a vontade era comprar um bocadinho de tudo, desde os queijos aos legumes a passar pelos doces caseiros, hummm, que perdição! Se tiver oportunidade, dê lá um saltinho e se estiver a passar uns dias num apartamento, então aí nem hesite!
 
 
Para poupar as crianças e porque também é um passeio muito giro, compramos bus tickets para visitar a cidade; ficaram radiantes ao constatar que havia phones e com a língua portuguesa (from Brasil, o que é lamentável mas pelo menos havia).
 
Hamleys, uma paragem para quem vai com crianças e quem as tem em casa à espera. Aquilo é um mundo e gabo a capacidade daqueles funcionários, é uma verdadeira loucura, fiquei lá dentro 1 hora e mais pareciam 10h! Ver os miúdos com a minha Mãe a atravessarem-se por entre as pessoas como se a loja fosse desaparecer ou fechar dentro de 5 minutos foi espantoso e lembrar que pouco tempo antes queixavam-se que queriam ir para casa! O que faz um simples brinquedo na vida de uma criança!...
 
Acordaram para a vida ao ouvir a palavra "Hamleys"!
 
No dia seguinte tomamos o pequeno-almoço num spot muito conhecido mas que na minha opinião, deixou muito a desejar, o Caffé Concerto. As expectativas nem eram too much, no entanto, o serviço é medíocre, a qualidade dos produtos mediana e comparar o Caffe Concerto a nossa Garrett terão que fazer-nos uma visita, quem sabe um estágio, temos muito boa coisa para ensinar (lá estou eu a falar bem de Portugal, tirando o episódio da TAP, sou verdadeiramente vaidosa do meu país, I just am!).
 
 
Passeamos e depois apanhamos um táxi até ao Madame Tussaud’s. Aqui segue mais um momento para recordar ou não tivéssemos nós ficado meia hora na fila para depois, as crianças suplicarem para irmos embora alegando que as estátuas da entrada já eram mais que suficientes!
Maravilhosas as nossas crianças não são!?! Para mim é daqueles museus que uma vez visto, depois é mais do mesmo, seja em Londres ou em New York.
 
Lunch time! And what a marvelous lunch! O Nuno levou-nos ao restaurante L’Atelier Joel Robuchoun.
Não quero prolongar-me muito mas tenho que dizer-vos que se puder, não hesite, vá almoçar ou jantar a este espaço! A começar pelo jogos de cor e luz que veste o espaço, a passar pelo requinte e simpatia dos empregados e por fim e o melhor, o deleite, o pecado, a arte da mistura de cores e sabores que nos proporcionam, é uma experiência única a começar com entradas e surpreendidos até ao momento do café!
 
L'Atelier Joel Robuchon
 
Já agradeci ao meu baby querido por este convite, dentro do convite da viagem :) mas agradeço mais uma vez este mimo que soube tão bem, onde as crianças, mesmo num restaurante já de alguma sofisticação, estiveram à altura!
Seria até estranho viajar com crianças e não passar por uma farmácia mas nem por isso deixou de ter a sua piada, as meninas encontraram umas bandoletes com cabeleiras postiças e o resto deixo a vossa imaginação! Passeamos por ruas muito giras, pitorescas mesmo e destaco aqui uma que se tiverem oportunidade não deixe de la passar, vale a pena.
 
Carnaby Street
 
Não sou “Fashion Victim” nem nada que se pareça, como qualquer mulher, gosto de arranjar-me, quando tenho possibilidade, adoro comprar peças novas e em viagem, naturalmente tudo tem o dobro do sabor; desta feita, nesta viagem vinguei-me na Top Shop. Ao contrário de Tóquio, a loja está 6 estrelas, tem um pouco de tudo e com preços acessíveis. O mesmo já não posso dizer sobre as carteiras e as clutch da Stella McCartney, achei lindas e dignas de fotografar para guardar pelo menos em memória, porque nem entrei, se bem que às vezes gosto de brincar que sou milionária e entro por estas lojas a dentro! Deve ser o dito "tratamento das mulheres de Hollywood" vs shopping, um anti depressivo muito dispendioso sem duvida!
 
Stella McCartney
 
No dia seguinte era dia de festa na família! A nossa princesa Maria fazia 10 anos! O tempo voa, daqui a pouco já nos estão a pedir uma viagem como presente de anos mas sem a nossa companhia, claro!
 
Tínhamos voo só no início da tarde mas claro que estávamos a contar estar lá mais cedo que qualquer outro passageiro, depois de tudo o que passámos também não é para menos!
 
Antes disso fomos almoçar ao Jamie’s Italian no Covent Garden. Um restaurante com uma decoração informal e muito original, com detalhes singulares e cuidado, no entanto, pecava apenas num aspecto: o barulho. O restaurante em si por ser informal já é propício para fomentar o timbre das conversas e a acrescentar a este ingrediente, vem o som da música de fundo que de relaxante não tinha nada, de modo que a certa altura damos por nós e estamos a falar alto, ou já trocamos de lugar para estar mais próximos ou então a verdade é que estou literalmente a ficar uma velha, cota, figura acabada, lol!
Mas fora de brincadeira, a comida é óptima, muito saborosa, pedimos pratos muito simples mas tudo delicioso e terminamos com um maravilhoso brownie onde a minha vontade depois de cantar os parabéns, foi pedir mais 5 iguais àquele!
 
Jamie's Italian
 
Um fim-de-semana repleto de emoções isso aí já ninguém nos tira, as crianças acho que gostaram muito, fizeram o que gostaram, ah, depois do almoço ainda sobrou tempo e aproveitamos, já que estávamos de táxi com malas e fomos “picar” alguns pontos que não fizemos a pé, o que para eles foi um sonho tornado realidade!
Foi uma viagem muito gira e uma cidade que nunca achei por aí além de interessante para crianças e afinal tudo leva a crer, que qualquer sítio é propício para eles, têm é que ter a companhia certa, o resto, eles ensinam-nos! :)
 
Acredito que em nome das crianças e da minha Mãe, posso deixar aqui um grande muito obrigada meu amor, adoramos!
 
 
Life is just a journey, enjoy because it's worth it and it’s yours forever!
 
 
Love,
 
Marta
 
--------------------------------------------------------------------- 
Site aluguer de casas/apartamentos: www.onefinestay.com
Mercadinho local: Bute Street S.W.7.
 
Restaurantes:
L’Atelier Robuchon – 13-15 West Street, Londres, WC2H 9NE

 

Jamie’s Italian – Upper Street Martin’s Lane, WC2