Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

justbymartawahnon

justbymartawahnon

Just Ask

Just ASK

 

Resolvi criar este Tag porque acredito não ser a única pessoa curiosa neste mundo e nem a única que às vezes tem algum receio de perguntar algumas coisas meio “quadradonas” ou desmistificar aqueles mitos que ouvimos desde sempre.

 

Assim sendo e para começar, optei por escolher o tema cabelos, algo que nos tira o sono mais vezes que queríamos e sem hesitar, pedi a colaboração do meu amigo, Bruno Vicente.

Apesar de só ter 39 anos, o Bruno já vai completar 20 anos de carreira!

 

 

 

Bolonha, Florença, Londres ou Madrid, são apenas algumas das cidades que actualmente fazem parte do seu calendário anual. O Bruno é estilista da marca Alfaparf há já 12 anos, fez a sua primeira colecção em 2013 e a próxima será apresentada ainda este mês em parceria com a estilista Kátia Nunes!

 

É um acto ímpar em Portugal e uma mais valia para o nosso mercado!

 

Patrícia Bull, Ciomara Morais ou José Fidalgo são apenas alguns dos nomes que se entregam nas mãos do Bruno cegamente! E eu também! ;)

 

Uma vez apresentado um pouco do seu historial, juntei algumas questões baseadas em conversas com amigas e seguem aqui as respostas:

 

1.       Qual é o produto no mercado para queda de cabelo que vale a pena?

B.V. (Bruno Vicente): Qualquer produto, seja de cabeleireiro, grandes superfícies ou farmácia, são sempre produtos de prevenção, ou seja, o cabelo tem fases de crescimento e o uso desses produtos favorece o rejuvenescimento dos folículos pilosos e não o crescimento de novos pelos de cabelo. Deve ser olhado como um tratamento de prevenção. A maioria destes produtos é composto com base de aminexil o que favorece este crescimento do pelo. Desta forma, aconselho o uso de qualquer um!

 

2.       Há médicos que dizem às grávidas que não devem fazer madeixas ou “nuances” nos primeiros 3 meses ou mesmo durante toda a gravidez. Existe de facto algum risco?

B.V.: Isso é um mito!

À semelhança da medicina, a nossa área também cresceu e se desenvolveu bastante, sempre com o cuidado de proteger o cliente. Para terem uma ideia, existe uma área no mundo da descoloração, com produtos sem amoníaco específicos para pessoas com alergias, ou podemos alegar outros com vitaminas! Como podem ver os laboratórios da cosmética também não param, de maneira a dar resposta ao mercado.

As cores que os médicos se referem são feitas à base de água termal, por isso é fácil tirar daqui as V/ ilações…

 

3.       Os shampoos que garantem 48 ou até 72h de alisamento, é possível?

B.V.: Isso é marketing puro!

 

4.       As máscaras que compramos nas grandes superfícies e mencionam que devemos usar 5 a 15 minutos. Se dormirmos com a máscara, o cabelo fica ainda melhor?

B.V.: Não é aconselhável utilizar uma máscara em demasia no couro cabeludo, porque este por si só liberta gordura! Se por exemplo, o seu caso for cabelo encaracolado, pode aplicar o creme nas pontas e dormir com ele mas sem deixar que este chegue às raízes. O objectivo da máscara é hidratar a escama/fio de cabelo.

 

5.       Os alisamentos devem cumprir um intervalo de quanto tempo?

B.V.: Falo com base na minha experiência nos produtos Alfaparf; um alisamento por regra, tem uma durabilidade de 3 a 4 meses e acaba por ser simultaneamente um tratamento porque contem queratina, ou seja, neste caso não há um timing específico, pode ser feito quando o cliente assim o desejar.

 

 6.       Até que ponto o formol faz mal ao cabelo?

B.V.: O formol não faz mal ao cabelo mas é um produto canceroso que deve ser evitado a todo o custo!

 

Já sabem, qualquer questão que tenham para colocar ao Bruno Vicente, não deixem de o fazer!

Na próxima semana, no mesmo dia/4ª F., teremos uma outra convidada, a Rita Félix Ferreira Salgado, Administradora da Lash Perfect Portugal, onde iremos abordar o tema das pestanas/extensões e os seus mitos

 

Love,

Marta