Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

justbymartawahnon

justbymartawahnon

Just blessed and thankful

Quem corre por gosto...

 

Precisamente há um ano estava a "fritar" com a ideia de ter um evento para mim; é tão mais fácil estar do outro lado da "barreira", engraçado como os pequenos milímetros que distanciam um lado do outro podem ter tanto peso!...

 

Escrever é um gosto, um escape, um hobbie mas mesmo assim fui incentivada por uma amiga a tornar essa brincadeira mais séria e esta, apesar de estar em 2º ou 10º lugar das minhas prioridades, não diminui a paixão que sinto por ela, tanto que, quando volto é como se nunca tivesse-me afastado do meu refugio.

 

IMG_2948.JPG

 Incrível!

Passamos por esta vida e a coisa que sabemos fazer melhor é correr: correr para acordar, correr para uma reunião (na maioria já atrasados), correr para a festa da escola dos miúdos (teoricamente deveria ser um momento importante mas quando começamos a respirar, já será altura de bater palmas e pegar em tudo e todos e voar para casa), correr para marcar ponto em casa dos pais ou sogros (pelo menos este mês, vá lá!), correr para beber um café com uma amiga, porque almoçar, Ui, isso take too long! E miúdos, sim tenho uma nasceu em 2004 ainda sinto o choro das madrugadas e no entanto, já começa a indagar-me sobre a possibilidade de ir estudar um ano para fora!

Hey! Hold on!

Perdi aqui alguma coisa, andei a dormir demais, os outros estiveram a viver enquanto eu não sei, hibernei, porque às vezes é essa a sensação que tenho; mal comparado, é como ver a novela do dia anterior, não demora mais que 10' se não tivéssemos o nosso fast foward no comando para nos manter no ritmo, por outras palavras, "sempre a correr"!

 

Agora mesmo, estava "a correr" ou melhor, a "varrer" telefonemas para a imprensa quando deixei-me ir; fui nostalgicamente embalada para este momento, contrariei a correria e escolhi aquilo que tanto gosto de fazer - escrever e partilhar convosco sentimentos, experiências, quotidiano que afinal é este que constrói a nossa vida e se não o questionamos é porque não o queremos ou não lhe damos o devido valor.

 

O que temos, quem temos são retratos preciosos e igualmente escassos, aqueles que infelizmente, dedicamos e reservamos menos tempo, por isso, este momento dedico a todos Vocês que acompanham-me nesta aventura e agradeço de coração a boa energia e os comments que enviam, são um bálsamo e prova que, face a este raciocínio, não estou sozinha neste mundo.

IMG_2949.JPG 

Ouse ser mais feliz

Ouse ter mais tempo para si

Ouse caminhar ao invés de correr

Ouse Viver!

 

Love,

Marta