Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

justbymartawahnon

justbymartawahnon

Just ...Piu

We are no more that a drop on the ocean

 

No sábado tentei almoçar enquanto embalava, até que optei por fazer uma coisa de cada vez; à noite, recebi amigos em casa não vi problema algum, facilmente conseguiria acompanhar tudo e todos ah e observei que a minha garrafa de água que está religiosamente no mesmo sítio da mesinha de cabeceira, foi facilmente substituída por um biberon!

IMG_9453.jpg

 

Em poucas palavras, posso dizer que fui uma tia de verdade durante um bom par de horas e soube taaaaao bem, deu para matar saudades de pequenos detalhes que só passando por eles novamente é que nos lembramos das saudades que tínhamos e de outros que nem tanto!

 

Fui Mãe há já 10, quase 11 anos e apesar de ser a minha estrelinha na terra, a verdade é que curti muito pouco esta sua fase; foi uma fase crítica na minha vida, acrescido ao facto de ter começado a trabalhar passado um mês e quando dei por mim o seu primeiro ano de vida passou comigo em piloto automático, basicamente preocupada com os chamados deveres e "esquecendo" de curtir se bem que a mimava muito e ela a mim! Aliás, sem ela saber, foi o meu pilar, onde ia buscar forçar e seguir o caminho que acreditava ser o meu, o nosso.

Tenho o meu querido afilhado, que amo de paixão, ou não fosse ele "parecido" com a tia, coitadinha da minha querida irmã, (não é à toa que é ela que se chama Pureza e não eu!) mas ter tido a nossa Piu (irmã do Mateus com 6 meses) a passar cá a noite... Foi mágico, aqueles pequenos doces momentos; depois do banho, embrulha-los no turco, aí lembro-me que olhava para a Benedita assim como olhei para a Piu e pensei, aqui esta o meu "menino Jesus"; secar aqueles pezinhos, por creme naqueles refegos ... Quando a tarefa terminou entreolhamos como que a gravar o momento, "é nosso", o ambiente, a música, a velinha acesa - este ninguém nos tira, disse eu e ela sorriu e uma lágrima caiu-me... São imagens que ficam gravadas no coração eternamente.

 

O jantar foi decorrendo, entre quarto e sala e uns amigos 5 estrelas com quem estou completamente à vontade porque à semelhança da prima, a parte mais chata é o adormecer, no entanto, ao fim de uma papa que inclui: 4 toalhas de cozinha, duas camisolas (só não tomei novo banho pq não fazia cerimónia), lá comeu e passado 1h30 mais um biberon e dormiu a noite toda, entre gargalhadas vindas da sala ou brincadeiras do quarto da Benedita, a Purezinha dormiu como uma princesa e a tia curtiu o resto da noite com os amigos.

 

Tomamos tudo como garantido, são actos tão naturais como respirar com a diferença que estes evoluem e nem sempre os gravamos o suficiente para curtir mais tarde.

IMG_9463.JPG

O Despertar de um bebé.

 

Não há coisa mais doce! Também só podia, para compensar a hora que acordamos, se bem que até nisto não posso reclamar. Acordei pelas 09h30, corri para junto dela assim que ouvi um grunhido, o olho já muito aberto e quando me viu ... Esboçou aqueles sorrisos que só um bebé sabe fazer... Deixando-nos completamente rendidos. E ali fiquei eu, numa pseudo-cama improvisada para a princesa (já que a minha estava um caos) a babar-me com as suas gracinhas matinais até que chegou a hora do seu pequeno almoço e esta muito independente, fez questão de se servir sozinha!

IMG_9452.JPG

IMG_9450.jpg

Thank you dear Sis for these precious moments; i really loved and its great to be an aunt a real aunt. We don't need to became new mums just to prove anything, something. The only thing i prove myself once again with Piu's company is the unlimited love that one baby can show us.

 

Love,

Your aunt,

Marta