Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

justbymartawahnon

justbymartawahnon

Just what cross my mind

Quem diz a verdade não merece castigo.

 

Assumo que nunca fui ligada à política, aliás posso definir-me mesmo como uma leiga no que diz respeito sobretudo ao mundo das falcatruas, sejam estas democratas, socialistas, comunas porque no final, é um tudo um bolo só, não querendo ofender ninguém, mas este espaço aqui it's mine and i write whatever i want.

images.jpg

 

Quando era miúda, após um sonho que se tornou realidade, fiquei muito curiosa em saber um pouco mais sobre o percurso do político, na altura ainda em funções, Mikhail Gorbachev; na altura, sonhei com a sua queda, lembro-me de ter confessado apenas a uma amiga que me disse estar longe disso, mesmo porque tinha  sido altura que decorreu a queda do muro de Berlim, onde o mesmo, de certa forma, estava envolvido. Passado cerca de ano e meio isso aconteceu; depois deste, veio a curiosidade do Hitler fundamentado sobretudo no meu apelido, uma vez que este é judeu, acrescia ainda mais ao facto de não conceber o nível de loucura de um ser humano ao chacinar milhões e milhões de pessoas porque são crentes numa religião que não é a sua; pior que isso, assustava-me e ainda me choca a forma como ele levou tantos voluntários para o terreno exercer este derrame histórico.

f1.png

No meio de tudo isto, onde ficam os judeus? A grande "Tora" dos judeus, elucidou-me um pouco mas não suficiente - OH Jerusalém. Um belíssimo documentário entre os palestinianos e os judeus mas não deixa de ser triste.

 

Os anos passaram e assisto actores como Ronald Reagen ou Arnold Schwarzenegger tornarem-se Presidente dos USA e Governador do Estado da Califórnia. Mexeu comigo, não no sentido negativo, não de forma preconceituosa, se és actor, morres actor, nada disso, despertou-me uma curiosidade a nível backoffice; comecei a interessar-me pelo marketing politico que está atrás de uma carreira como esta para chegar onde estes senhores chegaram, é porque quem trabalhava para eles só podia ser mesmo muito bom e muito criativo!

f2.png 

Este momento coincidiu com a altura da escolha do tema para a minha tese e indecisa ate para saber que sabor de gelado quero quando vou ao Santini, agora imaginem! Tinha um mundo à minha frente e só podia escolher um! Qual, o quê, estava com sede de conhecer, descobrir, saber mais, uma altura que tudo era maravilhoso, todos eram grandes profissionais e só não idolatrava ninguém porque não tenho ídolos mas levava uma mão cheia de profissionais que admirava muito. (Coitadinha, santa ingenuidade!...)

 

Acabei optando como tema as telecomunicações e acho que desde então até recentemente pouco ou nada liguei à política.

Desiludi-me muito com tudo o que li na altura, com tudo o que pesquisei, porque afinal toda aquelas corridas de campanhas, eleições, estados, discursos, debates, crenças acabam por resumirem-se a um ponto só: os seus umbigos.

Vejo os governos a mudarem e no entanto, nunca deixamos de ouvir falar em falcatruas, entidades e\ou pessoas compradas, outras que são despedidas por descobrirem a verdade ou parte dela, como é que e com que vontade tenho eu de olhar e lutar por aquilo que é nosso onde, já agora pergunto o que é que nos resta, para além da natureza, Sonae, Jerónimo Martins e....

É triste porque por muito simpáticos que sejamos com os nossos turistas e temos esse dever, é uma fonte de receitas a nosso favor, mais tarde ou mais cedo esta imagem irá passar e denegrir aquilo que somos. 

Se é para sujar as mãos então que se faça justiça à séria, pouco me importa se o José "Pinto de Sousa" (coitado do Sócrates), esteja na prisão de Évora ou em Alcatraz (se esta ainda estivesse no activo), crucial seria reaver todo o dinheiro e devolver a quem de direito; isso sim, seria Notícia de 1ª página, Notícia de Abertura de jornal e Portugal seria novamente olhado com respeito e dignidade, porque os portugueses não merecem estar a "pagar" mais ainda pelas pornográficas falcatruas que o ex P.M. e seus discípulos engendraram.

Há portugueses com muito valor e já fizeram muito para merecer o devido respeito; há jovens a começar as suas vidas, merecem acreditar, merecem ter sonhos! 

images4.jpg 

Um dia eu também sonhei com o marketing político....

 

 

Love,

Marta

 

 

 

1 comentário

Comentar post